Energia Feminina


Das profundezas das estrelas  às flores luminosas da natureza , o misterio da trindade do feminino divino é ilimitado. No fundo da vastidão do universo …é onde você vai encontrá la

Permeando tudo e amando a tudo ,

A beleza dela vive dentro da sua alma . Abra a sua vida para seu beijo de paz infinita

Isha Lerner


Nestes tempos de transformação e despertar da consciência , cada vez mais mulheres estão sentindo que o arquétipo  de mulher moderna  não satisfaz as internas necessidades e anseios da alma.  Que o jeito de vivenciar a feminilidade deixa a nossa natureza espiritual ,  intuitiva, instintiva, receptiva, tranqüila ,  selvagem  , simples ..  guardada   para momentos “especiais” que raramente acontecem na correria  do dia a dia com tantas obrigações, condicionamentos  mentais  , atividade publica constante, cobranças internas e externas , modelos de conduta na midia , na rua  ..

A emancipação da mulher  foi importante  e necessaria ,mas  acabou se limitando em grande medida a  ocupar os lugares que os homens usualmente ocuparam  , o medo de repetir  os tipos de vida das nossas mães , avós ou visavós  que circulavam por  delimitados  espaços , nos deixou com uma certa  “alergia” moderna à maternidade, à  vida domestica, a tudo que demora, ao que é lento e precisa de tempo , contemplação e entrega ,  ou seja, muitas das vivências do feminino receptivo e intemporal ficaram guardadas na memoria celular  sem fazer parte do dia a dia ..

O padrão de que tudo deve ser funcional  domina as dinâmicas de relações . há um desequilibrio importante … isto sabemos . mas esquecemos …

Deixar as personegens repetidas uma e outra vez não é facil ..

Ser  nós mesmas não é compativel com  o paradigma dominante que incentiva    a entrega do tempo e atenção cuasi integral    para a produtividade material , para pensar racional e utilitariamente a maior parte do tempo ..

É claro que a energia masculina , ativa, realizadora , que organiza , que faz acontecer é importante , faz parte  de nós. É isso que foi recuperado com a “liberação da mulher” , ser donas de se ,ter autonomia de decissão e movimento , Autogerar abundancia ,  realizar os sonhos  por se mesma..

Assim também a parte feminina  se faz  fundamentalmente  necessaria para os homens e o planeta . O  feminino que acolhe , que cuida, que ama incondicionalmente, que é receptivo , intuitivo, instintivo , doce , que canaliza a través dos sonhos e da propria natureza ciclica  a atitude e camino a seguir..

A comprensão sobre a interconexão de tudo  é feminina conexão ,  também   o amor para com a natureza e todas as formas de vida , a reverencia à terra mãe  , às estações , a lua , ao sol, e mais além.. isso é  espiritualidade feminina  presente potencialmente em tod@s , homens e mulheres .

Já chegou a hora da sintese, da compreensão da totalidade . da integração.

CIRCULOS DE MULHERES


Atualmente , cada vez mais , estamos recuperando a pratica de nos reunir  em circulos de mulheres  , herança  das nossas ancestrais  , essencial para  o nosso crescimento  e desenvolvimento . Re criando  esta pratica nos re criamos a nós mesmas individual e coletivamente.

Em diferentes culturas e de diversas formas , faz muito tempo ,  as mulheres reuniam- se para compartilhar em cumplicidade  o decorrer  da experiência  feminina como irmãs , filhas, mães , avós  ,   se acompanhando  nas alegrias e tristezas  do dia a dia  , construindo , por exemplo , um espaço protegido e sagrado (tenda vermelha , tipi da lua .. ) Para se encontrar e recolher ,principalmente  no período menstrual , canalizar e se conectar com a força vital e  o universo multidimensional .  isto a través do sangue ,

fluido sagrado  que contém  o misterio da vida , nascimento e  morte , que nos sincroniza ciclicamente  com a mãe terra e com toda a criação ..  O sangue menstrual era, e hoje aos poucos volta a ser reverenciado como uma benção da natureza . não é lixo, não é sujo ..

Especialmente as nossas ancestrais  reuniam-se nos momentos significativos para o ser  feminino tais como menarca (primeira menstruação)  , parto , menopausa .  Criando ritos de passagem que faziam   , desde menina , ir  atravessando os processos de vida mais consciênte e naturalmente .

Sendo como a lua e suas fases , nascendo , crescendo , enchendo e minguando  como ela .

sendo uma com os elementos terra, agua, fogo, ar ,

sendo rio, montanha, árvore , borboleta , baleia.,

A nossa linhagem feminina  originaria  sabia  que o utero que aninhava a semente divina que encarnaria na terra mãe ,  a través delas , era o centro de poder feminino , que significava bem mais que um simples órgão , tratado atualmente pela medicina alopata  como um saco inerte  albergando  todo tipo de disturbios ,  fruto da desconexão com os nossos ciclos , com  a nossa essência de sacerdotisas, de curandeiras , de mamiferas , de femeas , de DEUSAS .

Somos   intrinsecamente a Deusa triplice

Triplice por guardar o misterio da trindade que até faz pouco tempo só asociamos ao masculino, ao pai .

O feminino também é triplice e junto ao masculino  se complementa .

Donzela , mãe , avó  –  passando por cada estagio e contendo em se todos os estágios  na intemporalidade da meditação  da trindade feminina  .

Na santidade da Mãe divina que não precisa ser “virgem” para ser pura , luminosa , cálice da criação.

Ao mesmo tempo  é  sim virgem  . Santa , terrena, serena, feroz , irradiante , transparente , mundana   ..  Humana  …

Somos aquela criança que descobre  brincalhona o mundo, inocente , curiosa , sapeca

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Somos a donzela sensual , ousada , vital ,  magnética , encantadora   , exuberante como  fruta  , flor , onda do mar ..

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Somos a mãe florida, entregue, poderosa e compasiva , que ama incondicionalmente , que nutre e sustenta  , que  desenvolve autoconhecimento e criatividade sublime , que conhece a calma a través  de transcender a raiva na  experiência   limite pro carater que é criar filhos , aprender com eles sobre as relações com tudo  ..


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Somos também a Avó , sabedoria  de vida, representando o amadurecimento da consciência que só o tempo , a paciência  , a experiência e a persistencia podem proporcionar

conhecer a paz  da emoção neutra..

Conhecer a maternidade universal   , ser o  grande misterio

contemplar em silencio ..

A xamã  , a lua escura ..

Potencialmente somos  todas estas fases ,passando por elas mas ao mesmo tempo contendo em se  todas elas , podendo acessa-las  em qualquer  momento  .

Este principio  feminino tomou  diversas  e belas  manifestções ao longo da historia e sentir dos povos que reverenciavam  o sagrado feminino

Anat , Astarte , Atena , Madona negra,Sarasvati , Brigida , Ceres, Deméter , Durga, Mulher búfalo branco , Eva , Iemanjá ,  Isis, Kali , Kwan yin  ,  Maria , Tonantzin , Vajrayogini , Yeshe Tzogyal  , Lakshmi, Perséfone, Afrodite  e todo o panteão grego de deusas  ,

Pachamama , Nossa Senhora da Aparecida , Maria Madalena , Fadas dos bosques , Todas as Orixás e manifestações  vedicas , dakinis dançantes   junto a Tara com suas 21 manifestações  …..

Nos primordios em vez de  ideias sobre o divino eram modeladas figuras de barro

desta fonte geradora de vida , de ventre cheio, de peitos cheios

Deusa ,  presente em cada  ser  vivo  que nasce do utero primordial  que gera vida e da a luz .

A Mãe divina está dentro e vive em tudo , não longe, fora ..

E está unida  ao pai, energia masculina  , solar , complemento ativo, protetor, realizador , que reverencia e  abraça o feminino quando em integração

sendo

UM

Grande espiritu  feminino & masculino que cria a través da respiração , sopro de vida de tudo que existe .

Hoje em dia , depois da mulher  experimentar  a  submissão  e o medo

Um olhar vasto surge

Faz 5000 anos a nossa cultura planetaria tornou se dominadora , patriarcal ,  exacerbadamente racional , mobilizou guerras, criou escravidão , pobreza, desastre ecologico , desigualdade em todos os niveis ..

O feminino foi relegado  a um segundo plano .. Mas poucos sabem-  – Que  por 20.000 anos a humanidade reverenciou ao principio feminino por gerar a vida , numa cultura matriztica , (diferente de matriarcal ) solidaria, sem guerras , sem dominação de uns pelos outros , sem diferenças de genero ,nem de classes sociais, sem domesticar animais, sem existir a propriedade e sim senso de pertençer, de cuidar , de zelar  .. sem imperios , sem devastar a terra  ).

Atualmente  voltamos  mais íntegras  e impregnadas de aprendizados históricos e psicogeneticos  que nos inspiram  para nos empoderar  e  acalmar, centrar , brilhar sem ego  falso , brilhar como as estrelas , como o orvalho de madrugada, como os raios do sol por entre as arvores numa floresta úmida ,

Voltamos para impulsionar, junto  ao homem a mudança  de era, a evolução humana  , desde o pequeno , desde o dia a dia  , a partir do nascimento e em cada gesto , ato , pensamento .

Alegremente , humildemente, poderosamente .

AQUI  AGORA .

Tai Nilo Carvallo


” A  mesma corrente vital que atravessa o mundo  esta em minhas veias

Dia e noite em compasso ritmico

É a mesma vida que irrompe  alegremente do pó da vida em incontáveis explosões de flores…”

Tagore

” Nós somos o espelho e também  a fase nele refletida

Estamos provando o gosto da eternidade

Neste minuto

Nós somos a dor

E o que cura a dor

Nós somos a doce agua fria

E o jarro que a despeja

Alma do mundo

Não resta nenhuma vida, nenhum mundo

Nenhuma mulher bonita ou homem desejavel

Só esse

Amor antigo

Circundando

A pedra negra sagrada

Do nada

Onde o amante é o amado

o horizonte

e  tudo o que ele contém

Rumi


Para qualquer utilização deste  texto  pedimos para se comunicar com

https://amayum.wordpress.com/

Anúncios

4 respostas para Energia Feminina

  1. rucayum disse:

    agora, depois de tempos releio este texto , ontem estive num circulo de mulheres na lua nova, ativando a conexão feminina …… queria enviar um abraço infinito para todas as mulheres, meninas e avós…
    de corazon a corazon
    Tai

  2. Janaina Lucena disse:

    Que site lindo, foi um achado, neste momento que estou buscando compreender o feminino, esta polaridade sagrada em que nasci nesta vida. Obrigada!!!

  3. claudia disse:

    Foi uma verdadeira bênção ler este texto belíssimo na véspera do Dia das Mães, fazendo-me repensar nossa mais antiga e sublime missão na face da terra …. obrigada !

  4. Isabela disse:

    Salve, mulheres sagradas!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s