Mulher ciclica – O dom de menstruar

O ciclo menstrual é uma das mais impactantes influencias na motivação, nas energias, nas habilidades e na percepção  das mulheres , já é hora do ciclo menstrual  ocupar o lugar que realmente têm , como centro de recursos   femininos.

Uma mulher que toma consciência do próprio ciclo e das energias inerentes  contidas nele , aprende  a perceber um nível de vida que vai mais além do visível , mantém um vinculo intuitivo com as energias da vida , o nascimento e a morte ,  Sente a divindade dentro da terra e de si mesma ..

Miranda Gray ,  autora do livro “ Lua vermelha , os dons do ciclo menstrual “

 

Abrimos o universo  da      Energia feminina em  Amayum com o texto do mesmo nome . Agora é a vez  da mulher ciclica .  Estaremos compartilhando , cada tanto , assuntos afins à  energia feminina, no espiritu  da  Tenda vermelha – Tenda da Lua

Começarei eu , Tai , contando um pouco da minha vivência cíclica , na sequência , um texto de estudo  sobre menstruação , anticoncepção , hormônios naturais e sinteticos.

Agora que escrevo , acabando de editar este post , estou na minha  tenda da lua , red tend  , menstruando pela segunda vez desde que fiquei gravida do meu terceiro filho que têm 10 meses .

com amor , o sangue sagrado inspira e informa  estas linhas  ..

Na epoca do nascimento do meu primeiro filho, comecei a tomar consciência da minha natureza ciclica , do meu útero, da forma em como a vida passava através de mim , pari em casa e dei de mamar  pela primeira vez , comecei a utilizar bioabsorventes, a ter contato com o meu sangue , ainda sem muita noção precisa disso tudo… meu corpo , mente e coração estavam se aproximando , se integrando com cada experiência , muitas provações vieram , muitas alegrias , fui me fortalecendo , a cada menstruação , a cada lunação .. fui , vou  , aprendendo de mim e de tudo que me rodeia como um tecido vibrante  em interconexão total . nada é separado no meu ser . nada está separado  na existência . tudo é unidade. os hormônios estão ligados às emoções , por sua vez  as emoções ligadas  à própria energia e como esta é desenvolvida em todos os níveis  da vida da gente .

Sei que devo prestar atenção especialmente na fase post ovulação , premenstrual já que  qualquer motivo pode me tirar do centro , estar atenta pois manifesta-se especialmente tudo o que fica guardado , o inconsciente aflora , às vezes perturbadoramente , outras inspiradoramente , o que preciso trabalhar e lapidar fica bem nitido quando fico em silencio , quando aquieto a mente  , me escuto e  escuto aos demais mesmo , sem tanto ruído mental e pre conceitos  , olho sem autoenganos para dentro , me conheço ..

Aparece meu ser inferior , a minha “sombra ”  que  repete uma e outra vez chips negativos  ou limitantes  adquiridos e sustentados por mim quando não os faço conscientes e por consequência os transformo a cada dia .
Meu ser essencial , superior, que me guia  determinando os  anseios e motivação verdadeira , também  aparece , se faço o meu trabalho e deixo que brilhe , susurre no meu ouvido através de sonhos e inspirações diversas .

Meus ciclos dentro dos ciclos naturais que são uma mesma coisa giram sempre voltando aos mesmos pontos críticos de uma ou outra forma , sempre se movendo em fases sempre a oportunidade de despertar, de curar , de iluminar os cantos em desencanto ….

A menstruação é   instinto animal , humanidade sublime

REGENERAÇÃO

Venho faz tempo observando   o meu ciclo e me dou conta , por exemplo , que :

Após a menstruação , na  Pre ovulação fico expansiva , visionaria , ativa  , comunicativa , realizadora .

Na Ovulação fico receptiva para as pessoas , a sensualidade vêm como uma vontade profunda de se relacionar intimamente de forma mais completa  , não só com o companheiro , não só sexualmente, mas também  sensorialmente com todas as minhas relações .

No estudo vivencial cotidiano  vou me dando conta dos ritmos que o meu corpo – ser –  dança na dança da vida junto às lunações , às estações , aos movimentos planetarios ..   , aprendendo ,  inspirando e expirando ..  sangrando , amando , concretizando projetos a partir do respeito à contração e expansão presente na minha natureza ..

sou mulher cíclica!!!!! vou subindo e descendo como as marés , conectada à lua e ao luar .  girando entorno ao meu centro , à rotação da terra , ao nosso sistema planetário que gira  entorno ao nosso  sol e mais além ..

sempre desde o momento presente , desde as pequenas coisas ..

Oferecer o sangue para a terra , por exemplo , mesmo que um pouco em cada ciclo menstrual , é uma pratica simbólica que me conecta com a terra e a natureza através do meu corpo  , como um microcosmos do mistério da constante regeneração da vida .

Diluir o sangue em agua e regar plantas , árvores, horta é super recomendado. o sangue menstrual é riquíssimo para nutrir  aos reinos que moram no solo .

Esta  pratica  deixa rastos  fortes na psique , e por consequência em todos os nossos corpos . ativando a nossa memoria celular instintiva , espiritual, natural .

Vicky Noble, uma escritora , artivista feminina , criadora do Tarot Mother Peace , diz que o fato de  apagar da memoria esta pratica originaria  está relacionada com o estabelecimento da nossa civilização   dominadora, que mediante a guerra derramava sangue humano em sacrificio para os deuses masculinos guerreiros que junto à hierarquia  , a desigualdade social e de gênero , o predomínio da razão e do materialismo exacerbado  firmaram a atual sociedade em que vivemos .

Espero que com o tempo , só o sangue menstrual seja derramado na  terra .

Almejo também que através do resgate do verdadeiro, da natureza , da vida mesma , dentro de cada um(a) ,  o planeta seja regenerado , @s noss@s filh@s e gerações futuras possam vivenciar os ciclos dentro do grande ciclo  sem distorções nem bloqueios .

VIVA  A  NATUREZA !!!!

VIVA  A  BENÇÃO DE MENSTRUAR!!

 

Mulheres irmãs , as deixo com um artigo bem  informativo e completo sobre os dons da menstruação , métodos anticoncepcionais , coletores e bioabsorventes menstruais , psicologia hormonal – espiritual feminina , distúrbios , origem dos distúrbios ..

O texto que vêm a seguir , “Redescobrindo os dons da menstruação” é de uma socióloga holistica estudiosa desta temática , chama-se Maria del Mar Jimenez . ele é  uma síntese de um texto de 45 pag chamado “Menstruacion , sabedoria oculta” ambos são da mesma autora , este resumo – sintese  foi publicado   no  No 69 da revista espanhola  “Athanor” www.athanor.es .

Traduzi o texto ao português assim como adicionei informações complementares em certos pontos , na forma de nota  identificada com  o sinal de  asterisco , quando achei necessário  .

Tudo isto com sincera motivação  de nos apoiar, conectar e expandir junt@s , contribuindo humildemente   em atos , gestos e veiculação de informações que estimulem  o  reencantamento , restauração   e cura da nossa nave mãe Terra desde dentro de cada uma , de cada um .

Abraço infinito

Tai TIKAI


 

 

 

Redescobrindo os dons  da Menstruação





“O nosso ciclo é como o ciclo de uma planta . Existe um tempo próprio para plantar as sementes , para crescer  e desenvolver os galhos , para  desprender as sementes , para  voltar às nossas raízes “.

Annie Shaw

 

 

Antigamente , a menstruação era um “dom” a partir do qual a mulher gerava vida (física ou psíquica) . A sincronicidade  entre o ciclo feminino  e a órbita da lua ao redor da terra revelava   o vinculo que une a menstruação com os grandes ciclos da vida e do universo . Isto fazia com que o nosso corpo e o nosso período fossem sagrados.

Hoje em dia  na nossa civilização tecnológica , o aspecto sagrado da menstruação têm dado lugar ao estigma , à incompreensão , a infravalorização ,a alteração do nosso sistema endócrino (anticoncepção hormonal ) e recentemente ao aniquilamento do período menstrual (nova pílula que reduz o ciclo menstrual a 4 por ano )

Passamos do todo à nada . . Uma boa forma de recuperar o nosso poder  de mulher é redescobrir, compreender, desestigmatizar e utilizar os dons verdadeiros da menstruação

.

As mulheres ocidentais do século XXI somos modernas , independentes , temos estudos e conquistamos o mundo externo ,mas nos desconectamos do mundo interno : dos nossos corpos, , da nossa essência e da terra . O avanço da mulher nas ultimas décadas têm sido principalmente intelectual ,conquistando o mundo masculino , Só que  no caminho , deixamos  a  compreensão intuitiva e espiritual da nossa natureza ..

.Cedemos à sociedade dominante e à medicina toda a nossa natureza e o nosso corpo: menstruação (pílula e outros medicamentos) parto (excessiva intervenção, cesáreas desnecessárias de forma rotineira) cuidado e alimentação dos nossos filhos (mamadeira, creches  , relações de vinculo limitado)  , menopausa (terapia  hormonal).

De fato, ser mulher têm se convertido numa doença muito lucrativa para os laboratórios que querem tratar todos os problemas femininos com medicamentos.

 

REIVINDICANDO A MENSTRUAÇÃO

.A nossa sociedade pensa na menstruação como uma coisa desagradável, patológica , associada a incomodação e fraqueza.

Pelo qual têm sido ocultado e manipulado o dom  de sangrar.

Além da violência  e o medo , nada foi tão eficiente para relegar às mulheres para um segundo lugar , quanto  a desvalorização do nosso ciclo menstrual . O tabu associado ao ciclo menstrual segue hoje mais vigente do que nunca, e  por causa disto são oferecidas oficialmente pílulas para eliminar a menstruação .

Afinal, serve pra que ? Não é só um inconveniente?

Não . não é .

A grande verdade oculta é que a menstruação e muito mais do que uma manifestação física : é uma fonte de criatividade , intuição , espiritualidade, conhecimento interior. Por isso tudo , a menstruação  é uma fonte de poder feminino.

A nossa guiança interna surge  primeiramente  a través dos nossos sentimentos e da sabedoria do nosso corpo , não a través da compreensão intelectual .

O sangue é justamente o que liga as mulheres à natureza  assim como o que  nos lembra da nossa condição humana e divina .

Na antiguidade , através deste estado alterado de consciência da menstruação, as xamãs, curandeiras e sacerdotisas contribuíram significativamente com clareza e conexão espiritual dentro  das comunidades  das quais faziam parte.

Este período cíclico é um prodígio biológico muito benéfico para o corpo feminino .

Duas conceituadas  pesquisadoras   neste assunto que vêm influindo consistentemente  no resgate e valorização do ciclo menstrual , são , a famosa ginecologista obstetra  holística , Dra. Northtrup , autora do livro “Corpo de mulher, sabedoria de mulher “ e Miranda Gray , autora de “Lua vermelha: os dons do ciclo menstrual”

Num nível físico , a ciência está descobrindo que os efeitos são mais e melhores do que  costumava se achar . Por exemplo , age como um sistema de autolimpeza mensal , protegendo ao aparelho reprodutor feminino , reforçando as defesas do organismo graças aos estrogênios naturais etc.

Psicológicamente , a menstruação têm um importante papel na forma na qual processamos informação , na criatividade e na conexão com o nosso inconsciente .

Está muito documentada a estreita relação entre psiquismo da mulher e o funcionamento dos ovários a través dos hormônios.

 

AS FASES MENSTRUAIS


Podemos falar de duas grandes fases menstruais :

A fase folicular acontece no momento da ovulação. Representa a criatividade no estado máximo, uma energia extrovertida e social.

As mulheres nesta fase somos férteis em todos os sentidos e é uma ótima oportunidade para iniciar novos projetos . Além disso o aumento no nível de estrogênio que traz consigo a ovulação está  diretamente relacionado com o aumento de atividade do hemisfério cerebral esquerdo (fluidez verbal, pensamento lógico) assim como observa – se   uma diminuição do hemisfério  direito (intuição , introspecção )

Em muitas mulheres o desejo sexual esta no clímax na metade do ciclo e o nosso corpo secreta no ar hormônios associados ao atrativo sexual.

A nossa sociedade da ação aceita e bate palmas para esta fase e  para estas atitudes da mulher.

Pelo contrario não mostra se tão  compreensiva com a fase lútea  , que vai desde depois da ovulação até o começo da menstruação , representando um período de avaliação e reflexão que convida a reduzir o ritmo , descansar e nos afastar  gradativamente dos nossos afazeres cotidianos, até o termino da menstruação . uma coisa super mal vista socialmente.

É nesta fase quando nós  mulheres estamos  mais sintonizadas com a sabedoria interior

Com o que não funciona na nossa  vida , assim como com a capacidade de transformar isto.

Os sonhos são mais frequentes e mais gráficos durante as fases premenstrual e menstrual por que há mais acesso ao inconsciente.  Há evidências científicas de que antes da menstruação  é mais ativado  o hemisfério cerebral direito , que está  relacionado com a intuição , diminuindo a atividade do hemisfério esquerdo  , lógico , racional .

A mente e o corpo ficam de certa forma mais lentos, levando as energias para dentro por efeito de vários hormônios , principalmente progesterona , que prepara o útero por dentro para receber ao óvulo fecundado . A nossa sociedade julga más e improdutivas as energias , emoções e introspecção premenstrual , pois é incoerente com o ritmo frenético dominante (que favorece o não pensar e o viver sem consciência , arrastados pela massa)

Por outro lado , muitas culturas antigas respeitavam muitíssimo a capacidade da mulher para profetizar e se comunicar com os espíritos nesta fase . Por exemplo,  na assembléia lunar dos indígenas nativos norte americanos as mulheres que menstruavam reuniam- se para sonhar juntas , saindo inspiradas e inspiradoras para o resto da comunidade .

Isto tudo é uma pincelada sobre o potencial que a menstruação contém se  estamos atentas a escutar e respeitar as mensagens que ela traz .

Realmente segundo aprofundamentos na espiritualidade feminina , poderíamos ampliar estas  duas fases a quatro para especificar melhor o tipo de energia associada ao nosso ciclo , adicionando uma velha parceira do ciclo menstrual : a LUA

Na antiguidade , os primeiros conceitos de medida e tempo , fazem referência ao ciclo lunar e o paralelismo com o menstrual . MENARQUIA  , provém do grego  e significa “primeira lua” e em latim é utilizada a mesma palavra (mensis) para os termos “mês” e “lua” , é  daí que vêm “menstruação “.

Muitas culturas mediam o tempo em noites e meses lunares . inclusive hoje em dia , a  semana santa cristã é celebrada após a primeira lua cheia na sequência do equinócio de primavera (no hemisfério norte, de outono no hemisfério sul) ,  Festas islâmicas ou judaicas dependem também da lua cheia . O nosso ciclo biológico e psíquico também vai junto às fases da lua . este vinculo está documentado  em numerosos estudos .

Os índices mais elevados de concepção e de ovulação acontecem  durante a lua cheia ou o dia anterior , diminuindo durante a lua nova que é quando muitas mulheres menstruam .

A luz do sol também é fundamental  para o ciclo menstrual . Viver baixo luz artificial grande parte do tempo pode afetar a regularidade do ciclo e contribuir para a tensão pré menstrual TPM . Em muitas mulheres , a TPM piora no outono , quando os dias são mais curtos, De fato, muitos sintomas da TPM são os mesmos que o TAE * (transtorno afetivo estacional ), ésta relação entre TPM e TAE  é um exemplo de como a sabedoria feminina está conectada também com as estações , com os ciclos naturais.

* Nota da tradutora . Este transtorno é mais comum em países com estações bem  marcadas com outono – inverno frrrio ..nublado , chuvoso .. não tanto pela natureza introspectiva do frio , mais pelo fato de ter perdido o contato com o fogo que mantém a energia solar vital , então este transtorno é comum em lugares frios aonde não há contato  em períodos com o sol e os elementos naturais ,ou seja, aonde faz frio mesmo no outono inverno . mas  faz se fogo , não há altos indices de TAE

Combinando agora , a lua e as estações com as energias do ciclo menstrual anteriormente descritas , temos 4 arquétipos femininos presentes nas lendas, mitologia e contos populares  : a donzela , (lua crescente , primavera, preovulação , dinamismo) , a mãe (lua cheia , verão, ovulação, amor) , a feiticeira (lua minguante, outono, premenstruação, criatividade) e a bruxa (lua nova, inverno, menstruação , sabedoria ) *

 
 
*Nota da tradutora
Dentro desta linguagem há diversas interpretações  relacionadas a arquétipos da espiritualidade feminina . as descritas no texto  são relacionadas como é dito com as fases menstruais.
Na síntese , a espiritualidade feminina  trabalha com a Deusa tríplice (donzela, mãe , anciã)  , pois esta trindade contém  todos os estágios femininos que transcendem a menstruação , já que mesmo antes dela vir , e depois dela ir embora (menopausa)  , o ser mulher  existe na experiência concreta e arquetipica se formando na menina – donzela , chegando na plenitude da mãe  e amadurecendo na menopausa , que longe de ser  um  “distúrbio” ,  é um recomeço desde uma maturidade espiritual ,  uma grande iniciação  , depois de cumprir um  ciclo de vida .
Também estão o trabalho de correspondência com as deusas gregas , e de outros  simbolismos interculturais  .

COMO ALIVIAR OS TRANSTORNOS MENSTRUAIS

A informação menstrual é reflexiva e intuitiva , ela  é transmitida por sonhos , pelas emoções e pelos anseios internos  . Quando bloqueamos continuamente esta informação , esta  converte  se  em TPM .

O fato de que  60%  das mulheres sofrem de TPM é uma conseqüência de não respeitar o nosso corpo e sua necessidade de subir e descer como as marés .

A TPM  é o resultado de tentar domesticar e esconder as nossas necessidades e de ir  contra a nossa natureza .

A medicina atual oferece um arsenal de produtos para a TPM , hormônios, analgésicos , antidepressivos, etc,

Nenhum deles nos cura , só reprimem e retém os distúrbios . Nenhum medicamento mantém o  nexo que une a mulher com o útero a través do subconsciente , e todos estes “ remedios “ , tratam a menstruação como uma doença do corpo separado da mente e do sistema energético – emocional .

A dieta atual de alimentos refinados favorece o desequilíbrio hormonal em todos os níveis , e é o caminho para muitos problemas femininos.

A Dra . Northrup recomenda eliminar laticínios, hidratos de carbono refinados, sal, cafeína, álcool , carne vermelha e alimentos com aditivos químicos .

Caprichar nos cereais integrais , grãos , verduras, frutas , germinados, ácidos graxos Omega 3.

Existe uma longa lista de  tratamentos naturais para aliviar os distúrbios menstruais , de fato, cada tradição e disciplina têm os próprios. Alguns são:

Complementos alimentares (germe de trigo , levedo de cerveja, vitamina B6 , magnésio) , fitoterapia ( infusões com diversas plantas, antiespasmódicas e analgésicas ) , hidroterapia ( banhos de assento quentes e frios no local ,banho quente geral com óleos essenciais de efeito calmante )

Cataplasmas com diversos ingredientes , calor local , massagem , osteopatia , reflexologia , shiatzu , acupuntura , remédios homeopáticos , flores de Bach ou outros elixires florais assim como diversas posturas de yoga que favorescem a elasticidade do útero .

SE RECONCILIANDO  COM A MENSTRUAÇÃO

A pesar dos tratamentos naturais nomeados , o mais eficiente a longo prazo é voltar a nos  conectar  com a menstruação , e respeitar as mensagens que ela nos traz . Para isto podemos começar elaborando um diagrama lunar , que é simplesmente um registro diário do nosso dia do ciclo , fase lunar , sonhos e estado de animo . Quando fizermos  isto por vários meses (para poder comparar e observar coincidências )  , devemos refletir sobre a informação que aparece e o tipo de energia associada a cada momento do ciclo , para depois, nos comprometer para respeitar e aplicar esta informação.

A maior parte de nós , devemos começar de zero  com este tratado de paz menstrual .

As meninas e adolescentes atuais terão um melhor panorama se as mães e  pais conseguirmos transmitir para elas  uma vivência positiva da menstruação .

No passado  longínquo  , as tradições familiares , a explicação sobre as estruturas da sociedade e o papel que deve se  desempenhar nela , passava de mãe para filhos. A mãe guiava a personalidade dos filhos para lhes ajudar a desenvolver  os aspectos intelectuais , emocionais , sexuais , criativos e espirituais a través de estórias , arquétipos e rituais simbólicos .

Desafortunadamente , e por diversas circunstâncias , delegamos esta responsabilidade à escola e à sociedade , que oferece informação anatômica e muitas vezes distorcida da sexualidade humana e da menstruação carente de qualquer tipo de espiritualidade e sacralidade.

Os altíssimos índices de gestações não desejadas e abortos em adolescentes são uma amostra evidente de que não existe conhecimento profundo sobre os nossos corpos , nem conceito de responsabilidade pessoal e transcendência dos próprios  atos .

Ainda  é possível para mães e famílias introduzir as nossas filhas na sabedoria ancestral assim como  numa maior consciência sobre os corpos e vidas delas , recuperando os ritos de transição de uma etapa para outra . Especialmente importante é o passo da criança para a puberdade , pois as experiências da primeira menstruação ficam gravadas para sempre na psique e influem em como as jovens vão experimentar os períodos no futuro . Exemplos de ritos seriam: uma viajem ou excursão para um lugar que simbolize o passo de um ponto de maturidade  para outro , um presente especial de transito , algum objeto feito pela mãe , etc…

As colonas e pioneiras norte americanas , por exemplo , teciam um cobertor patchwork  como um álbum para registrar os acontecimentos familiares.. nascimentos , puberdade , casamentos, menopausa… este cobertor ia passando de geração em geração .

É verdade que, mesmo as famílias pondo empenho em ressaltar os aspectos positivos da menstruação, os referenciais femininos que a sociedade e os meios de comunicação oferecem aos adolescentes costumam ser péssimos e refletem só as expectativas e percepções de um tipo determinado de homens.

Uma das próximas revoluções sociais será difundir arquétipos que reconheçam a verdadeira natureza feminina , que nos guiem em direção a nossa espiritualidade inata e não só até uma fachada oca de silicones , dieta, estética artificial e consumo.

DESAFIANDO O  “STATUS QUO “

O despertar da verdadeira energia da menstruação não afeta só a nossa intimidade  pessoal, também têm importantes implicações sociais , inclusive econômicas . É compatível a vivência de uma menstruação positiva, útil e sagrada com o uso massivo da pílula anticoncepcional ou outros preparados hormonais sintéticos  ? A resposta é não. Por que estes métodos não respeitam a nossa natureza cíclica e roubam-nos a valiosa informação do nosso inconsciente .

A pílula não é imprescindível, nem a panacéia, nem inofensiva. Faz acreditar ao nosso corpo que existe uma gravidez, alterando o nosso sensível sistema endócrino, tendo  numerosos efeitos secundários físicos que afetam ao conjunto do organismo , alguns destes efeitos são graves (problemas cardiovasculares , hipertensão , fraqueza do sistema imunológico, depressão , câncer etc)  É claro que num nível psíquico , estes medicamentos nos desvinculam com a sabedoria feminina ao impedir a comunicação interna entre os nossos hormônios, útero e ovários.

Milhões de mulheres estão conectadas com a industria farmacêutica e não com o ciclo lunar e elas mesmas. Pagando dinheiro e saúde para isto .

É isto liberação ou uma nova forma de escravidão?  Criticar a pílula não quer dizer antifeminismo , quer dizer não concordar com  uma  concepção  incompleta e falsa das mulheres .

Afortunadamente há mais alternativas  além da pílula ou o DIU Mirena*

*Nota da tradutora : adicionei o Diu Mirena , que não estava no texto original  pois libera hormônio artificial como  a pílula e atualmente é bastante utilizado  . o mais incrível é que este DIU é como um dos  tipos de pílula que  ela cita no começo ( que  reduz as menstruações a quatro por ano!) o  DIU Mirena  além de reduzir significativamente o fluxo ,  no  60%  das mulheres que  colocam ele  , após 6 meses de uso  , a menstruação é eliminada …

Existem outros métodos anticoncepcionais respeitosos com o ciclo feminino e o próprio corpo , eficientes e que aumentam o nível de conhecimento para com o próprio corpo. Além disto, a tecnologia também chegou à anticoncepção natural  , são vendidos dispositivos com microcomputadores que armazenam os dados e indicam claramente o estado de fertilidade . “Bioself” (temperatura basal + método Ogino)  e  “Persona” (análise dos hormônios na urina ) são dois exemplos .

*Nota da tradutora :
Neste link  do Brasil 
http://www.e-familynet.com/phpbb/viewtopic.php?p=4868232 Sai um  artigo sobre diversos métodos naturais de planificação familiar e a combinação destes   ,assim como equipamentos de monitorização da fertilidade como Bioself e Persona .

Com certeza não poderíamos abordar o tema da menstruação sem falar dos absorventes internos (OB, Tampax ) mais uma das  coisas que a sociedade e a industria oferecem como salvação para não ver nem estar em contato com o nosso sangue .

Da informação que têm circulado nos últimos anos sobre os perigos dos absorventes convencionais, varias informações têm vindo à tona , foi desmentido  o conteúdo em amianto mas  não a presença  de dioxinas e rayon  . Existem numerosas evidências de que os problemas relacionados com estes absorventes   não são anedóticos nem de pouca gravidade , assim como não inevitáveis . Ambas substancias além de ser muito contaminantes para o planeta , estão relacionadas com doenças como por exemplo, endometriose , esterilidade , deficiências no sistema imunológico , diferentes tipos de câncer , e o famoso síndrome do shock tóxico , que só em USA  afetou nos  anos 80 a mais de 60.000 mulheres , das quais  38 morreram.

É verdade que não existe consenso no nível científico sobre as dioxinas pois o rastro delas nos absorventes é pouco significativo ,  diz que estas dioxinas não são ingeridas pelo organismo . mas… ¿ quem nos garante  esta inocuidade  , quando a vagina é o local mais poroso e absorvente do corpo , e uma mulher pode chegar a utilizar em torno de  10.000 absorventes internos em sua vida fértil ?

Ninguém . Não existem estudos sobre isto a longo prazo .

Assim como no caso da anticoncepção hormonal , também existem alternativas  ecológicas  para os absorventes femininos , mas são pouco difundidas sem ser de uso massivo.

Existem absorventes internos ecológicos (de algodão 100% e não branqueados quimicamente ) *

* Nota da tradutora: acho que deste tipo não encontram -se no Brasil.. Estes absorventes internos , mesmo sendo ecológicos têm a desvantagem de que pelo fato de ser absorvente intervém na mucosidade e umidade  natural da vagina , secando esta artificialmente , além de deixar fibras na parede vaginal , isto também já é estudado e comprovado..

Existem também  as esponjas marinas (Sea Pearls)

A alternativa mais pratica é o coletor menstrual (Moon cup ou Diva cup ) que é um recipiente de silicona não alergenica que adapta se perfeitamente às paredes vaginais . Não contém substancias absorventes nem deixa fibras na parede vaginal . é reutilizável , dura anos , pelo qual representa a alternativa  mais económica e ecológica do mercado *  além disto  nos coloca em contato com o brilho do nosso sangue menstrual  ao esvaziar e lavar a taça. . não esconde o nosso sangue .

 
*   Nota da tradutora:  não são nomeados no texto os clássicos bioabsorventes (paninhos feitos a mão , que ao igual que as fraldas de pano , são ecologicamente certos , nos pondo em contato com os nossos fluidos naturais trazendo consigo, pela utilização maior consciência . ,também coisa importante é que  a fibra natural em contato com a vulva não se compara ao plástico dos absorventes descartáveis (inclusive em termos higiénicos) ,além de nos por em contato com o nosso sangue .Também a experiência do sangue fluir sem nada que se encontre no canal vaginal é bom no processo de conscientização . Os bioav.  devem ser lavados e são reutilizados, foram a alternativa nas antigas e   pelas mulheres nesta sintonia antes de aparecer o coletor  menstrual  , Moon cup , Diva cup etc    Eu utilizo o coletor mas mesmo assim preciso do bioabsorvente para complementar  nos dois dias de maior fluxo sempre  vasa um pouco … antes de ter três filhos  conseguía me organizar para ficar em geral  recolhida no período menstrual  ,trocando os meus paninhos , lavando eles, diluindo o sangue primeiro só em água (sem sabão) e jogando  para as plantas e horta ). depois desse primeiro enxague podem ir para a maquina , asvezes lavar na mão pode ser uma boa experiência . Atualmente pela praticidade utilizo em geral coletor menstrual e poucos  bioabsorventes , ofereço o sangue para a terra e plantas , pelo menos duas vezes em cada ciclo ..

 
 
Aqui um  vídeo – entrevista no Brasil ao respeito dos bioabsorventes
http://www.youtube.com/watch?v=BIPjGAofmKk&feature=related
 
 
 
aqui artigo e venda de coletor menstrual e bioabsorventes no Brasil:
http://www.moradadafloresta.org.br/produtos-principal/bioabsorventes-ecologicos
 
 
 
aqui artigos bons ao respeito no Brasil
http://bioabsorventesecologicos.blogspot.com/
 
 
 
 
 
Aquí outros links no Brasil de venta de coletor menstrual ,  enquanto editava este texto  , sincronicamente rolou  esta informação de coletores na lista parto em casa  , grupo virtual no qual participo . links colocados à disposição por Tamara e Gabriela :
 
 
 
 
 
Melunahttp://melunabrazil.blogspot.com/
 
 
 
Green Donna, (é cópia do Lunette), http://loja.laloba.com.br/
Produzido no Brasil   :  http://www.misscup.com.br/

 

 
 
 
 
 
 
 

Concluindo, Para que qualquer revolução triunfe , primeiro há de ser dentro

É hora de continuar a liberação feminina, emendar o que corresponde e recuperar o perdido . A reconciliação das mulheres com a nossa verdadeira natureza é imprescindível nos atuais tempos de transformação . pois Gaia (Mãe Terra) e as mulheres , estamos unidas .

O sangue menstrual é o mensageiro dos grandes ciclos do universo e o portador de informação emocional, intelectual e espiritual , vital para nós mulheres , assim como para a nossa sociedade .

Autora :  Maria del Mar Jimenez

Traduzido por  Tai Nilo Carvallo .

Para qualquer utilização destes textos , entrar em contato com

https://amayum.wordpress.com/

no e mail  : rucayum@gmail.com

Anúncios

6 respostas para Mulher ciclica – O dom de menstruar

  1. Thais disse:

    Olá Tai!
    Desde março deste ano acompanho seus textos e comentários através da lista partoemcasa. Profundas palavras, sempre. Desde cedo identifico-me com os ciclos lunares, mas confesso que andei um tanto desconectada desta energia maravilhosa. Com o parto natural do meu segundo filho, assistido pelas hanamigas, pude sentir intensamente a força da vida e a conexão com Gaia e Selene voltou ainda mais forte!
    Não tive a oportunidade de conhecer você pessoalmente, mas adoraria.
    Gostaria de pedir autorização para publicar este texto no blog http://cogumelosblog.blogspot.com, com todos os créditos, lógico.
    Gratidão imensa,
    Thais

  2. Larissa leal disse:

    Muito grata Estou pesquisando para o tema de menstruação para um encontro do círculo feminino ao qual pertenço e aqui encOntrei todos os temas q estamos querendo abordar comdensados de forma tão especial q fiquei com vontade de te conhecer beijo

  3. Karen disse:

    Olá meu nome é Karen , e sou orientadora do MOB- Método da ovulação Billings, que ensina a mulher reconhecer os sinais da sua fertilidade, estando em harmonia com seu corpo e aprendendo a monitorar seu período fértil. Atualmente as mulheres perderam o sentido da fertilidade, ser fértil passou a ser um simples incomôdo mensal, e baní-la uma escolha ( que parece livre), mas na verdade escraviza a mulher, que não se aceita como berço da vida humana.
    Enfim, sei que sabe muito bem de todas essas coisas.
    O MOB é 99% eficaz, para os que desejam espaçar uma gestação ( nunca uso o termo prevenir, porque se previne o que é doença).
    Fico a disposição para demais esclarecimentos.
    Parabéns pelo seu trabalho.
    Obrigada.

  4. Pingback: (93) | Salada de Brócolis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s